• Camila Wolf

Procrastinar: a arte de estragar hoje o dia de manhã

Enrolar, postergar, adiar, protelar, procrastinar… Quem nunca?

Quem nunca fez projetos e planos que não se concretizaram? Quem nunca planejou uma viagem, um passeio, um novo empreendimento e hoje se depara com uma realidade bem diferente daquela imaginada?


Se você respondeu: “eu!”, você está de parabéns. Você deve ser uma pessoa fascinante e eu gostaria de lhe conhecer e lhe estudar pessoalmente.

Brincadeiras à parte, a procrastinação é algo sério. Não porque vai te trazer prejuízos horríveis e sua vida depende da execução dos projetos em pauta. Isso também, quando postergamos cuidar da saúde, por exemplo.


Mas eu estou aqui para falar sobre a procrastinação de algo mais complexo, que envolve o prazer em acordar num novo dia e sentir-se verdadeiramente motivado a seguir em frente. Quero lhe falar sobre o eterno adiar de projetos que lhe trarão a tão desejada conquista pessoal, a satisfação em poder olhar para o espelho e sentir o maior orgulho possível e dizer: “eu consegui!”.


Quantos de nós não sonhamos com um trabalho ideal? Aquele que dá tesão em acordar cedo, em que a recompensa está na própria labuta e o reconhecimento que vem de dentro. Esse trabalho que talvez ainda nem tenha sido inventado, mas que funciona perfeitamente dentro da sua cabeça. Ou aquele cargo público que você deseja assumir, mas que poucos o fazem.


Pois é meu amigo, conseguir esse trabalho dá trabalho. Dá trabalho só de pensar, só de imaginar quanto trabalho tem pela frente. Tem que estudar, planejar, se organizar e executar. Exige uma dedicação de corpo e alma, de suor e lágrimas, de tempo e dinheiro.


1. Prazer instantâneo X trabalho duro


Eu sei que eu você vai conseguir. Daqui a alguns anos você será um belo promotor, uma grande juíza prestigiada e estabilidade financeira, viajará para Tailândia e levará seus filhos para Disney assim que voltar do seu aniversário em Bora Bora. Eu sei.


“Amém” - provavelmente você pensou.


Mas não é assim que as coisas funcionam meu caro amigo. É assim que a procrastinação funciona. Exatamente como descrevi acima. Você tem um plano, um projeto. Você o tem maravilhosamente esquematizado e quando passa para a parte chata (aquela que de fato vai fazer com que ele aconteça) surgem vários imprevistos e urgências para solucionar. E você acaba se perdendo no meio de tantos problemas para resolver e, quando termina, corre logo para algo que te dê prazer instantâneo. Vou dar alguns exemplos antes de passar para o próximo passo.


Situação 1: O verão está chegando. Imagino-me de biquini, linda, Sabrina Sato de viver. E penso: “tenho que fazer uma atividade física. Amanhã me matriculo na academia”. OK. Problema resolvido. “Agora vou mexer no Facebook e olhar fotos para me inspirar”.


Situação 2: Eu quero ser juíza. Fiz a matrícula no cursinho. Assisti às aulas. Fiz inscrição no concurso. Hora de estudar em casa. Leio uma página e… - “Nossa, meu marca texto verde sumiu, preciso dele para estudar”. Vou até uma livraria, compro mais livros e o marca texto. Volto para casa e deito no sofá: “Amanhã será um grande dia de estudos.”

Situação 3: Quero viajar no fim do ano. Preciso de uma reserva financeira. Mas quero trocar de celular. E jantar fora. E ir ao cinema. E ao show do Pearl Jam. Quem sabe eu viajo no Carnaval, ou na Páscoa. Talvez em julho. Julho é ótimo para viajar.

Eu usei esses exemplos bem simples para facilitar a compreensão de como as distrações são fáceis de acontecer e acontecem a qualquer instante. E qual será o motivo pelo qual essas urgências assumem um caráter tão importante?

Bom, aí entra o segundo ponto da procrastinação:


2. “Eu não sou capaz de…”

Isso mesmo. Entra o medo, a insegurança, a incerteza. Entra todas as vozes que ecoam na sua cabeça: “você não vai conseguir”, “será que não é difícil demais?”. Ou, o pior de todos: “mas pra que você quer isso? Ah, (tapinha nas costas), o que você tem já está bom”.


Aqui está o seu pai, seu colega de escola, sua professora, seu marido, sua amiga e todas as situações adversas. Aqui estão todos aqueles que um dia lhe fizeram achar que não era capaz. Ou melhor, corrigindo: estão todos aqueles que VOCÊ por algum motivo, deu permissão para te fazer sentir incompetente e burro.


Eu não sei lhe dizer o por quê de você ter deixado, mas parece que deixou. E, talvez, mais importante do que descobrir a razão, seja parar de se sentir assim, pequeno. Não se permitir se sentir menos do que ninguém. - “Ah, mas é muito fácil, né, dona Camila?” Não, não é. Você está certo.


Mas eu gostaria que você tentasse. Vamos fazer uma experiência:


Anote aí o dia de hoje, marque uma semana após esse dia e fale para si mesmo: - “essa semana eu vou fazer o experimento da Camila”.


“Só por hoje”... - se funciona com adictos, pode funcionar com seu vício em se sentir incapaz. “Só por hoje, eu vou dar o meu melhor”. - Leia bem a frase e note a parte mais importante: você vai dar o SEU melhor e não melhor de ninguém. Pare de se comparar com os outros. “Só por hoje, eu vou correr no parque. Só por hoje, eu vou estudar o máximo que conseguir. Só por hoje, eu vou economizar no almoço”.


Repare que não estamos focando no resultado em si: ficar sarada para o verão, passar no concurso ou viajar no fim do ano. O propósito aqui é fazer o que pode ser feito no momento atual para chegar ao objetivo final.


Faça essa experiência e veja, no fim da semana, se houve algum progresso.



3. Não tem consequência negativa

É, não tem. Pelo menos não no presente. Você não vai usar o biquíni hoje, o resultado da prova saí daqui dois meses e seus amigos só vão postar as fotos da viagem que você não fez depois do Natal. Então você está bem. Pode voltar a fazer o que estava fazendo.

4. Expectativas irrealistas sobre o "Eu-no-futuro"


Mas eu sei, vou conseguir e vai dar certo”


Que bom que você pensa assim. Temos que ser otimistas mesmo. Mas esse pensamento está entranhado no ato de procrastinar de tal forma, que eu não sei nem como descrever.

É um exagero na expectativa de quem eu vou ser no futuro. Serei alguém produtivo, focado, determinado, bem sucedido. Grandes realizações. Minha vez de dizer amém. Que assim seja.


Mas para ser essa pessoa sensacional no futuro, você precisa começar a fazer algo no presente. Fazer algo agora! Parece piegas, mas é verdade. O amanhã se constrói hoje. Se você deseja ter uma casa espaçosa e confortável, com flores e passarinhos, uma hora ou outra, você vai precisar começar a colocar os tijolos, um por um. E quanto mais o seu trabalho começar, mais cedo a construção estará pronta. Mais cedo você poderá deitar na rede e contemplar o seu feito.


Se você leu até aqui, eu diria que está realmente interessado em parar de procrastinar. Portanto, gostaria de passar uma tarefinha de casa. Escreva nos comentários um plano, um projeto, uma viagem que você quer fazer, mas, por algum motivo, nunca encontra tempo para executar. (Se você for tímido e não quiser compartilhar sua vivência, não precisa compartilhar com a gente, mas escreve e guarda para você, tá?).

PS: Só não vale procrastinar nessa tarefa também, ok?

Abraços e até a próxima.

5 visualizações0 comentário

TERAPIA A DISTÂNCIA - QUERIDA ANSIEDADE

Rua da República, Jardim Vitória 
Goiânia-GO CEP 74865-320

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

©2016 - 2020 por Terapia a Distância.